Pesquise Vagas por Palavra-chave

terça-feira, 9 de outubro de 2012

Use a internet para aperfeiçoar seu currículo


Forte tendência no exterior, cursos online ainda estão atrasados no Brasil, mas já são escolhidos por muitas empresas para o aperfeiçoamento de seus profissionais

Por Diego Marcel
Internet - executivo.jpg
Em meio a uma grave crise financeira, a Europa está buscando meios de continuar aperfeiçoando sua mão de obra, para não deixar que o momento cause um estrago na qualidade dos profissionais do velho continente. A União Europeia até lançou o portal Distance Learning, no qual instituições têm patrocínio dos governos para disponibilizar conteúdo para os estudantes da região.

Segundo afirmou a UE, esse movimento começou nos Estados Unidos. A potência fez, nos últimos anos, grandes investimentos na área de educação à distância, estimulando faculdades como, por exemplo, Harvard e o Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT na sigla em inglês) a disponibilizar seu material na rede.

No Brasil, também já se observa uma tendência aos cursos online. Várias instituições de ensino colocam em seu método fases pela rede ou ministram todo o curso por meio de aulas via internet. A USP, por exemplo, realizou no dia 25 de setembro uma videoconferência com alunos de pós-graduação do curso gestão estratégica, falando sobre a contribuição do design thinking na gestão. Ela foi transmitida por intermédio de redes sociais e foi aberta ao público.

Cuidado na hora de escolher

A utilização do conteúdo online em prol da formação e aperfeiçoamento curricular é, de fato, tendência. Contudo, o especialista de consultoria de RH e seleção Robert Half Alexandre Attauah alerta: muito cuidado na hora de escolher essa opção.

Segundo Attauah, o Brasil ainda não conta com estrutura para, em alguns casos, substituir a aula presencial pela online. "Parte das instituições não tem todo o conhecimento desse tipo de negócio", diz. “Quando falamos de Harvard dando um curso online, isso tem um background. Quando falamos de uma graduação no Brasil, sem um grande suporte, acaba dando uma conotação muito ruim", afirma o especialista.
Internet - estudo.jpg

Cursos de extensão e aulas sobre temas pontuais são uma boa opção
para fazer na rede, afirmam os especialistas

No caso da graduação, em especial, a aula online deve ser analisada com muito cuidado e até desconfiança. "Para uma graduação nada melhor do que procurar o curso convencional", diz Attauah.

Contudo, cursos de extensão e aulas sobre temas pontuais são uma boa opção para fazer na rede. No entanto, caso o site não disponibilize uma certificação, não é ideal citar no currículo que participou do curso online - mas deve-se, sim, levantar o tema e falar sobre a experiência na conversa com o entrevistador.

Apesar da evolução dos cursos online, ainda existe uma resistência por parte dos selecionadores com a modalidade. Alexandre Attauah explica - e justifica - esse posicionamento dos RHs pela estrutura desses cursos no Brasil, mas afirma que a tendência é que ele mude com o tempo.

Aperfeiçoamento profissional

Mas se as empresas olham de forma reticente para os cursos pela internet na hora de contratar, quando o assunto é aperfeiçoar seu profissional, elas estão optando cada vez mais pela modalidade. 

O ponto que mais atrai as companhias é a possibilidade de o profissional ter o curso de seu local de trabalho, em frente ao computador. Mas a aula online também entrou como ferramenta para empresas do interior, que economizam com viagem, hospedagem e gastos de funcionários que precisam ir a grandes centros para se especializar.

Cuide da sua imagem profissional

Não envie currículos para vagas que não encaixam em seu perfil, experiência e formação profissional. Fica a dica.